24/03/2021

APRECESP solicita ajuda da PM para fiscalizar aglomerações nas estâncias

Prefeituras associadas à APRECESP - Associação das Prefeituras das Cidades Estância do Estado de São Paulo  tiveram uma reunião on-line, no dia 24/03 (quarta-feira), com o Secretário Estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, e com o Secretário Estadual de Segurança Pública, General Campos, para solicitar uma maior participação da Polícia Militar nas operações de fiscalização para conter as aglomerações nas cidades estância, uma vez que a Prefeitura de São Paulo e outros municípios da região metropolitana decretaram feriado prolongado de 10 dias a partir do dia 26/03.
 
No início, Santiago Falcão, do Centro de Contingência do Coronavírus do Estado de São Paulo, fez uma breve apresentação sobre a atual situação da pandemia no Estado. Nela, demonstrou o aumento no número de casos confirmados, mortes e internações, principalmente no interior do Estado. Destacou que mesmo com o aumento significativo de leitos de terapia intensiva, é impossível acompanhar a escalada das internações sem a adoção de medidas mais restritivas pelos municípios como barreiras sanitárias, fechamento de praias e atrativos turísticos, mas fez um alerta quanto a restrições dos serviços essenciais, como mercados e farmácias, que podem gerar maiores deslocamentos e aglomerações.
 
Também presente, o presidente da Associação Paulista dos Municípios (APM), Fred Guidoni, destacou o papel dos prefeitos no combate à pandemia, pois “conhecem a realidade dos seus municípios” e destacou a importância de usar os meios de comunicação locais para informar e conscientizar à população das medidas restritivas da fase emergencial do Plano SP.    
 
Pelos prefeitos das estâncias, falaram Leandro Corrêa (Brotas), Jesus Chedid (Bragança Paulista), Antônio Colucci (Ilhabela) e Emir Chedid (Serra Negra) que pontuaram a necessidade de um maior apoio do Governo do Estado quanto aos seguintes pleitos:
 
1. Proibição de circulação de ônibus fretados de turismo;
2. Ampliação de leitos do Hospital Regional (Caraguatatuba) que atende todo o Vale do Paraíba;
3. Ampliação da vacinação de profissionais de segurança (Guarda Municipal, Policiais Militares e Bombeiros) e da educação (professores, merendeiras, faxineiras);
4. Liberação do DREMU 2021 (referente aos recursos do DADETUR).
 
O Secretário Estadual de Segurança Pública, General Campos, destacou que vai aumentar o efetivo da Polícia Militar em mais de 5 mil agentes nos próximos 10 dias, inclusive, com a possibilidade de enviar a Tropa de Choque para a Baixada Santista e a Região Metropolitana de Campinas. Se colocou à disposição para interceder junto aos comandos regionais da PM e da Polícia Civil para apoiar nas medidas de fiscalização,
 
O Secretário Estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, reforçou a necessidade de união de forças para fazer valer a fase emergencial do Plano SP e destacou o papel da APRECESP na articulação das medidas da fase emergencial junto às cidades estância.
 
A maioria das nossas estâncias são cidades pequenas, tem pouca estrutura policial, muitas nem possuem efetivo para Guarda Municipal, por isso é fundamental o apoio do governo estadual no reforço do policiamento para que os prefeitos e prefeitas possam implementar e fiscalizar medidas mais restritivas de combate à pandemia, principalmente nos finais de semana e feriados”, ponderou o presidente da Aprecesp, Marquinho Oliveira.
 
O decreto da prefeitura da capital e de outras cidades da região metropolitana de um ‘feriadão’ de 10 dias nos preocupa, pois existe a possibilidade de uma parcela da população viaje nesse período para o interior e litoral paulistas. Diante disso, agradeço aos secretários estaduais Marco Vinholi e General Campos por nos atenderem e tenho certeza que os nossos pleitos serão atendidos. Os nossos municípios estão sempre abertos para receber turistas, mas não nesse momento em que passamos por restrições sanitárias”, finaliza o prefeito de Morungaba e presidente da Aprecesp.
 
Fonte: Assessoria APRECESP