25/04/2021

Turismo rural vira tendência no Brasil e alternativa de renda para agricultores

A pandemia fomentou viagens para destinos próximos à natureza, favorecendo as comunidades locais
 
A falta de perspectiva para realizar grandes viagens por conta da pandemia tem fomentado um tipo de turismo pouco comum no Brasil: o rural. Esta modalidade proporciona contato com a natureza e experiências no interior do país.
 
Segundo o IBGE, o índice de atividades turísticas caiu 36,7% de 2019 para 2020. Para este ano, o cenário ainda é de retração:  a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) projeta encolhimento de 9,7% no mercado.
 
É em meio a esse cenário desacelerado do turismo convencional que outras modalidades de viagens vêm ganhando espaço, mostrando como o setor consegue se diversificar. Muitas pessoas têm aderido ao staycation, o turismo de escapada, para quebrar a rotina do isolamento social e viajar com segurança durante a pandemia.
 
Destinos próximos aos centros urbanos, com menor fluxo de pessoas e, de preferência, em meio à natureza, é a nova demanda do turismo.
 
O que é o turismo rural?
Cerca de 80% da população brasileira vive em cidades. Para fugir do tédio do isolamento e do ritmo alucinante das metrópoles, o turismo rural – também chamado agroturismo- surge como alternativa.
 
Não à toa, o ano de 2020 foi escolhido pela Organização Mundial do Turismo (OMT) como o ano do turismo rural.
 
O Ministério do Turismo define como turismo rural “o conjunto de atividades turísticas desenvolvidas no meio rural, comprometido com a produção agropecuária, agregando valor a produtos e serviços, resgatando e promovendo o patrimônio cultural e natural da comunidade”.
 
Ou seja, podemos dizer que, para além de proporcionar momentos de tranquilidade para o turista, também gera oportunidades de renda e de melhoria na qualidade de vida para os habitantes locais. O turismo rural ainda contribui para a conscientização ambiental e o respeito entre homem e natureza.
 
Contudo, o turista precisa ficar atento ao seu papel social durante o passeio também. Durante a pandemia, é essencial manter os protocolos de segurança, como uso de máscaras em espaços públicos e distanciamento social. Assim, o visitante não coloca em risco a comunidade local.
 
#DicaCatraca: sempre lembre de usar a máscara de proteção, andar com álcool em gel, respeitar o distanciamento social e sair de casa somente se necessário! Caso pertença ao grupo de risco ou conviva com alguém que precise de maiores cuidados, evite passeios presenciais. A situação é séria! Vamos nos cuidar para sair desta pandemia o mais rápido possível. Combinado?
 
Geralmente, o turismo rural é realizado em locais onde não há muito acesso a hospitais e serviços de saúde, e, muitas vezes, são lugares próximos a povos indígenas e quilombolas. Um surto na localidade provocaria perdas irreparáveis à população.
 
Turismo e agricultura local
O turismo rural é uma maneira de incentivar a união entre pequenos empresários da região, e um dos grupos mais beneficiados é o dos agricultores familiares, que predominam no campo.
 
Em 2020, os ministérios da Agricultura e do Turismo fecharam um acordo para fortalecer a agricultura familiar no turismo rural, incentivando, comercializando e promovendo produtos e serviços dos produtores locais.
 
O trabalho do agricultor pode fornecer alimentos para um restaurante local, matéria-prima para a fabricação de itens típicos da região e comercializar seus próprios produtos, como vinhos, cafés e frutas típicas da região.
 
Também é possível oferecer serviços utilizando a própria atividade da agricultura ou a propriedade para entreter os turistas. Opções não faltam. É o caso, por exemplo, de uma hospedagem em uma fazenda centenária ou a pisa de uvas para produzir vinho.
 
Além de gerar renda e melhorar a qualidade de vida, ao se abrir para o turismo rural, o agricultor causa um grande impacto nos visitantes ao compartilhar seu modo de vida, apresentar o patrimônio cultural e natural, oferecer produtos e serviços de qualidade e proporcionar bem-estar aos turistas.